ANDREW RUTHERDALE

Andrew Rutherdale1 Andrew Rutherdale2 Andrew Rutherdale3 Andrew Rutherdale4 Andrew Rutherdale5 Andrew Rutherdale6 Andrew Rutherdale7 Andrew Rutherdale8
ENG: Much has been made of the networked nature of media in the context of post-internet art. The production, presentation and dissemination of the art-object are undertaking a radical shift mirroring similar shifts in technology and communication.  Artists are harnessing the creative possibilities offered by emergent technologies that play a vital role in shaping social relations in a global hyper-networked era. It is appropriate that within the technologies themselves there is a complex network of relations.

At present these relations are synthesized in the general-purpose computer. The mobility of the laptop and the emergence of portable devices with central and graphical processing units increase the potential for synthesized technology. It is these conditions that lead artists to produce networked art-objects that conjoin media are presented and disseminated through a number of different platforms. The networked art-object inhabits a multiplicity of forms.

Andrew Rutherdale’s work explores the capacity of networked media to form clusters of material and semiotic relations.  Employing 3D graphics software, projection and physical sculpture, the work aims to unify the virtual with the material.  It is assumes a variety of forms that activate a range of different experiences.  The integration of artistic media in Andrew Rutherdale’s work reflects the emergence of networked technology, social formation and ontology, and conjoins digital and material worlds.

PT: Muito tem sido criado em torno de temas relacionados com redes sociais e em contexto post-internet. Atualmente, a produção, apresentação e divulgação do ‘arte-objeto’ empreendem uma mudança drástica, espelhando simultaneamente algumas mudanças similares na tecnologia e comunicação. Artistas estão cada vez mais a tomar partido das possibilidades criativas oferecidas pelas tecnologias emergentes que desempenham um papel vital na formação de relações sociais numa era de hiper-rede global. Portanto, é conveniente que, dentro das próprias tecnologias, exista uma certa complexidade social online.

Atualmente essas relações sociais são sintetizadas no computador de uso geral. A mobilidade do laptop e do surgimento de dispositivos portáteis com unidades de processamento central e gráfico aumentam constantemente o potencial da tecnologia sintetizada. São essas condições que levam os artistas a produzir ‘arte-objectos’ online onde as conjunções multimédia são apresentadas e divulgadas através de um variado número de diferentes plataformas. O ‘arte-objeto’ online habita assim numa multiplicidade de formas.

O trabalho de Andrew Rutherdale explora a capacidade dos meios de comunicação online de modo a constituir aglomerados de matéria e de relações semióticas. Empregando software 3D, projeção e escultura física, o seu trabalho visa unificar o virtual com o material. Assumindo assim uma variedade de formas que activam uma variedade de experiências diferentes. A integração de meios artísticos no trabalho de Andrew Rutherdale reflete o surgimento de rede tecnológica na formação social e ontológica, conjugando universos digitais e materiais.

ANDREW RUTHERDALE.