DARREN BADER

O nova-iorquino Darren Bader é extraordinário artista multidisciplinar que reúne uma grande quantidade indefinível de trabalho. Entre Instalações, ilustrações e colagens também é escritor, editando em 2005 o seu primeiro livro, “James Earl Scones” que se inicia com uma carta dirigida a Tom Cruise e à NASA. Em 2008 lança o seu segundo livro, “Pulturebook” que se trata de um género de anti-novel constituído apenas por citações e expressões. A sua mais recente publicação intitula-se de “Oaint”, uma experiência visual concebida a partir do critério em que as imagens de fundo teriam que ter coerência entre elas e as imagens colocadas por cima, teriam que respeitar uma ordem cronológica relativa a pesquisas feitas para o seu trabalho. Em 2010, Darren foi incluído no MoMA PS1 em Nova Iorque e a sua última exposição individual foi em Chad Ochocinco Andrew Kreps Gallery, também em Nova Iorque em 2011.

Darren Bader.