HYO KWON




O trabalho do designer gráfico Hyo Kwon é extremamente rico em termos de composição gráfica e uso tipográfico conseguindo originar uma plena contemplação harmoniosa enquanto se avalia o seu repertório. É natural da Coreia do Sul mas foi em Haia, Holanda, mais precisamente na Royal Academy of Art (KABK) que iniciou os seus estudos em design gráfico permanecendo como designer no Studio KABK até entrar para a Werkplaats Typografie em 2008. O seu projeto de tese final foi um livro que funcionou em torno do tema da “incerteza” e o estado pós-moderno do design gráfico contemporâneo. A obra intitulada de ‘Maybe, Maybe’ foi destacada por Zefir7 como um dos melhores projetos da sua turma em 2007, sendo posteriormente adquirido para a coleção permanente do Museu Meermanno, o museu de literatura, em Haia. Durante a sua permanência na Werkplaats Typografie, Hyo teve a chance de trabalhar no âmbito de vários projetos de auto-iniciativa, comissariados, bem como algumas colaborações com outros artistas, instituições e designers. No seu último ano da Werkplaats Typografie, desenvolveu em conjunto com o seu colega Goda Budvytyte, um espaço curatorial exibindo algumas peças do artista norte-americano Richard Kostelanetz. O sucesso dessa exposição foi notório que foi recriada no ano seguinte para o espaço da galeria de Kustverein, em Amsterdão. Em 2010, após ter concluído os seus estudos, mudou-se para Nova-Iorque onde desenvolveu até aos dias de hoje vários projetos enquanto designer independente. Ainda assim, passou pelos ateliers nova-iorquinos Wht Not Smile, 2×4 e Base, mas admite que pretende continuar a exercer as suas funções de designer de uma forma independente.

HYO KWON.