SARA HARAIGUE

A parisiense Sara Haraigue apenas necessita de pequenos apontamentos de detritos naturais para gerar um mundo perfeito de fragmentos, cores e texturas que acabam por viver em plena harmonia gráfica entre si. Haraigue analisa elementos naturais, por vezes ignorados, como pedaços de vidro, pedra, penas, peles secas de animais, etc. Esta atmosfera abstracta e impalpável, já fez com que esta jovem artista realiza-se a imagem de bandas como Sigur Rós e capas para a Dedicar Magazine. Com a sua formação na Ecole des Gobelins em Paris, Haraigue aventura-se no mundo de grafismo contemporâneo. Através de novo olhar sobre as matérias que posteriormente utilizava, Haraigue compõe um ambiente que mistura a figuração e abstracção, geometria e ornamentação, sem no entanto cair em sintonia com as tendências sobrecarregadas e definidas pelas industrias culturais.

Sara Haraigue